Programas Temáticos

Fique a conhecer, neste separador, os Programas e Actividades que a Lousitânea tem ao seu dispor, durante todo o ano, em várias modalidades e tipologias.
Visite as Aldeias do Xisto de Góis, aprecie e desfrute daquilo que melhor a natureza tem para lhe oferecer!

(Carregue nas imagens)

manjar da aldeia.jpg

Programa “Manjar da Aldeia”

Refeição temática na aldeia do Xisto de Aigra Nova. Não se trata de um restaurante, mas de um almoço em ambiente de aldeia, em que os produtos utilizados na confecção da refeição são todos caseiros e produzidos localmente. A refeição é cozinhada e servida pela associação Lousitânea com a colaboração da população em trajes típicos.

queijo e broa.jpg

Programa da “Broa e do Queijo”

Em plena Serra da Lousã na Aldeia do Xisto de Aigra Nova os participantes terão oportunidade de participar no processo artesanal de fabrico de broa de milho, trigo e centeio e queijo de cabra. Estes cereais são produzidos desde há séculos. Os queijos são feitos com leite de cabra dos rebanhos da aldeia.

doce da urze.jpg

Programa “Doce da Urze”

Este Programa (realizado durante o mês de agosto), rico em sabor e em saberes ancestrais, abre com uma breve explanação teórica acerca dos principais elementos e técnicas utilizadas em todo o processo relacionado com a produção de mel desde uma doce urze até a um suculento pote de mel. Toda a dissertação será sempre acompanhada pelas ferramentas e utensílios que completam este ofício, num clima de aprendizagem, partilha de conhecimentos e confraternização, com a presença de um verdadeiro mestre deste saber secular, habitante de Aigra Nova, e que ainda hoje mantém o uso de todas as técnicas tradicionais, quer na construção dos cortiços, quer na produção do mel.

programa-do-milho.jpg

Programa do “Milho e Descamisada”

Neste Programa, realizado entre meados de setembro e outrubro, os participantes, terão a oportunidade de, no milheiral, apanhar o milho, transportá-lo para a eira, e fazer parte da descamisada e de toda a tradição do “abraço” ou “Xi”, momento de confraternização acrescida quando, por entre as espigas amarelas, surge o Milho Rei, de espiga vermelha.